CBL, ANL e Secretaria Municipal de Educação assinam acordo de cooperação para reformular o Programa Cartão Educador

CBL - 07/12/2017 |

A Secretaria Municipal de Educação (SME), a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Associação Nacional das Livrarias (ANL) assinaram hoje (7), um Acordo de Cooperação para reformular o Programa Cartão do Educador.

O programa, criado em outubro de 2009, retorna para beneficiar cerca de 112 mil servidores da rede municipal com descontos de até 20% na compra de livros de literatura e obras destinadas à formação docente.

Obter o benefício agora está mais fácil. Basta clicar aqui, preencher o cadastro e imprimir o arquivo do cartão. Para usar, no ato da compra do livro, o Cartão do Educador deve ser apresentando junto do holerite atualizado e de documento com foto. Podem participar do programa todos os servidores da Educação, ativos e inativos, independente da data de ingresso.

O benefício concedido é de 20% de desconto sobre o preço de capa para livros de literatura e obras destinadas à formação docente e de 10% para obras cuja data de publicação seja inferior a um ano do momento da compra. O desconto é válido apenas para compras de livros de literatura e para formação docente que sejam realizadas nas lojas físicas relacionadas, não contemplando livros didáticos, paradidáticos e periódicos, nem compras efetuadas pela internet.

Ler Mais: CBL

Ler Mais

Projeto que valoriza literatura feita por mulheres é premiado em Minas

Poços Já - 06/12/2017 |

Jornalista e pesquisadora de Poços de Caldas, Jéssica Balbino foi premiada pela Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais com o projeto Margens, que atua na valorização das mulheres na literatura marginal, periférica, saraus e  slams no Brasil. A premiação aconteceu por meio do edital Prêmio de Cultura Urbana de Periferia – Canela Fina, que buscou a valorização, divulgação e estímulo à produção dos segmentos da cultura hip-hop nas periferias.

O resultado foi divulgado por meio de uma publicação no Diário Oficial do Estado de Minas, bem como no site da secretaria. Das 72 propostas recebidas, 28 delas foram premiadas. Com a nota mais alta na categoria MC (mestre de cerimônias), o Margens, que acontece desde 2014, foi premiado.

O projeto é resultado da pesquisa de mestrado feita pela jornalista entre 2014 e 2016 na Unicamp e valoriza a participação das mulheres na literatura. Para difusão de conteúdo, ela criou um blog e fez o documentário Pelas Margens, já exibido em festivais de cinema e literatura, unidades do Sesc e periferias e rodas de conversa, debate, mesas redondas e ciclos em unidades do Sesc em MG, SP, Itaú Cultural e festivais literários do Brasil todo, como Flipoços, Flup, entre outros.

Ler Mais: Poços Já
Ler Mais

Casa França Brasil recebe Festa da Literatura Negra

Sopa Cultural - 06/12/2017 |

A Festa da Literatura Negra tem como objetivo instigar o debate sobre os campos de criação, circulação, distribuição e mediação das obras produzidas por escritores e escritoras negros, divulgar as iniciativas para a promoção dessas obras, estimular o debate literário, aproximar autores e leitores e facilitar o acesso às obras desses autores, oferecendo livros a um preço especial.

Espera-se, também, a aproximação de editores, livreiros, distribuidores, educadores e autores, de forma que a literatura de autoria negra amplie suas possibilidades de encontro com leitores potenciais. O primeiro encontro será realizado no dia 9 de dezembro, das 11h às 18h, no auditório da Casa França-Brasil.

Programação:
11h – Abertura
11h20 – Através do espelho – A representação da criança negra nos livros infantis.
Elaine Marcelina, autora de “As coisas simples da vida”.
Sandro Lopes, ilustrador de “Nana e Nilo”.
Cássia Valle, autora de “Calu: uma menina cheia de histórias” (lançamento).
Mediação: Vagner Amaro

Ler Mais: Sopa Cultural 
Ler Mais

Bibliotecas esquecidas

Diário da Manhã - Caroline Mendonça - 05/12/2017 |

pesar de muitos goianos não conhecerem, Goiânia é rica em bibliotecas. Públicas ou privadas, a falta de divulgação acaba somando à falta de interesse da população, que desperdiça uma grande oportunidade de frequentar e conhecer estes locais de leitura, que têm muito a oferecer como enrique­cimento cultural.

Um bom exemplo é a Biblioteca Marieta Teles Machado, que fica na Praça Universitária. Quem passa por lá todos os dias, muitas vezes na correria da ro­tina, acaba não percebendo sua grande estrutura. Uma das bibliotecas mais tradicionais de Goiânia, o local conta com um acervo de 35 mil volumes. E mesmo com a grande estrutura, e sua importância para a memória da capital, o estabelecimento vem passando por grandes dificuldades nos últimos anos.

Quem relata os problemas é a bibliotecária e chefe do local, Márcia de Oliveira. Em entrevista ao Diário da Manhã, ela reportou que há dois anos a biblioteca foi assaltada e diversos itens foram roubados, incluindo computadores que são de suma importância para o funcionamento pleno do local.

Ler Mais: Diário da Manhã
Ler Mais

Geloteca com livros em Braille será inaugurada nesta quinta-feira

Diário do Sudoeste - Cristina Vargas - 05/12/2017 |

Nesta quinta-feira (7), às 10h30, o Rotary Club Pato Branco-Araucária vai inaugurar a terceira Geloteca em Pato Branco. Desta vez, a geladeira repleta de livros será exclusivamente para a utilização de cegos, pois disponibilizará apenas livros em Braille. A nova Geloteca será instalada no Colégio Estadual Castro Alves, que fica localizado na rua Itacolomi, 1550, no Centro, justamente porque é a instituição que atende alunos com deficiência visual no município.

Segundo os coordenadores do projeto, o objetivo da Geloteca é proporcionar à população acessibilidade gratuita a livros de literatura, e assim, incentivar e despertar o hábito da leitura nos indivíduos, bem como, estimular a prática do civismo.

O projeto se materializa através da utilização de geladeiras usadas, as quais passam por reforma e customização para se tornarem bibliotecas, onde são dispostos livros de literatura adulto e infantil. No momento são mantidas duas Gelotecas em Pato Branco, a primeira foi inaugurada em 15 de junho de 2016 no supermercado Center Norte, que hoje está instalada no Center Centro, e a segunda foi inaugurada no dia 29 de novembro de 2016, no Hospital do Câncer de Pato Branco, que atende pacientes de vários municípios da região Sudoeste do Paraná e Oeste de Santa Catarina.

Ler Mais: Diário do Sudoeste
Ler Mais

Brasil é o terceiro país em ranking sobre a preferência pelas publicações impressas

Two Sides - 05/12/2017 |

Pesquisa realizada junto a 1.040 consumidores do Brasil pela Two Sides, organização sem fins lucrativos com atuação em cinco continentes, mostra que os hábitos de leitura dos brasileiros têm sido influenciados pelo avanço das mídias digitais, mas ainda prevalece, de forma acentuada, a preferência pelas publicações impressas em segmentos como o de livros, revistas e faturas. Segundo a pesquisa, o Brasil está em terceiro lugar no ranking de 10 países pesquisados, com maior adesão à impressão em papel.

“Essa posição reflete a confiabilidade que os meios impressos têm para os leitores brasileiros”, observa Fabio Arruda Mortara, country manager da TWO Sides no Brasil, ao destacar ainda que o consumidor nacional ainda prioriza as publicações impressas e tem uma forte disposição para receber faturas e pagamentos impressos.

A enquete, que integra um estudo global da Two Sides nesses países (Austrália, Brasil, França. Alemanha, Itália, Nova Zelândia, África do Sul, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos), mostra que 78% dos consumidores brasileiros preferem o livro impresso, e a maioria raramente lê o livro pelo meio eletrônico, devido ao manuseio mais agradável e confortável do impresso para a leitura.

Ler Mais: Two Sides
Ler Mais

Biblioteca de Itaparica prova que ainda é tempo de leitura

IBahia - 04/12/2017 |

Prestes a completar meio século de fundação, a biblioteca pública Juracy Magalhães Junior, na cidade de Itaparica (Ilha de Itaparica), é um exemplo de persistência. Em meio ao veloz avanço da tecnologia e o crescimento das redes sociais, consegue atrair crianças e jovens para mergulhar no universo dos livros.

Mesmo com um respeitado acervo de cerca de 20 mil livros, segundo informações da Fundação Pedro Calmon – que administra o local –, precisou se reinventar para trazer para dentro uma nova geração que aprendeu a ler em telas digitais. Uma parceria com escolas do muncípio vem provando que é possível competir com os smartphones e, principalmente, com as praias da ilha.

Segundo Soraia Cristina, diretora da biblioteca, é realizada durante o ano inteiro exposições, palestras, exibições de filmes e documentários, rodas de poesia, música e brincadeiras, peças de teatro, dança e capoeira. “Além disso, criamos em janeiro de 2015 um setor infantil, que recebe crianças na primeira infância.

Ler Mais: IBahia
Ler Mais

Biblioteca Infantil realiza Workshop Literário

Infonet - 04/12/2017 |

Representantes de escolas de Sergipe participaram hoje, 04, do evento Workshop Literário Rede Ler e Compartilhar #EULEIO!, realizado pela Biblioteca Pública Infantil de Sergipe, unidade da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

Com o objetivo de capacitar os professores, a Biblioteca, em parceria com a Rede Ler e Compartilhar, organizou uma programação repleta de atividades como roda de conversa, apresentação de metas para o próximo ano, oficinas práticas de mediação de leituras e contação de histórias, e por fim, a entrega dos certificados aos participantes.

Todos os anos o projeto acontece em vários estados do país com o programa de circulação de acervos, formação de leitores e orientação para mediação literária por meio de ações colaborativas que pretende levar centenas de títulos infanto-juvenis para escolas públicas. São entregues kits chamados de “sacolas literárias” a cada escola participante com livros didáticos para que sejam trabalhados nas bibliotecas e salas de leituras das respectivas escolas.

Ler Mais: Infonet
Ler Mais

Literatura Fantástica conduz debates em congresso na UFPE

Folha de Pernambuco - Carol Botelho - 04/12/2017 |

A literatura fantástica não tem nada a ver com escapismo e fuga da realidade, ao contrário do que muita gente pensa e propaga. Foram justamente os autores realistas, ainda lá pelo século 19, que espalharam essa conversa mole para diminuir a importância e segregar o gênero.

"Os autores realistas não compreendiam o alcance das obras românticas não miméticas, que valorizavam um princípio imaginativo - a literatura fantástica, a ficção científica, os contos de fadas, os romances de horror", diz o professor de Literatura da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), André de Sena.

Ele é coordenador do 7º Congresso de Literatura Fantástica (7º Clif-PE), idealizado justamente para discutir o assunto junto a estudiosos de Literatura fantástica de todo o País. O evento, organizado pelo grupo de estudos Belvidera - Núcleo de Estudos Oitocentistas, é gratuito, começa nesta terça-feira (5) e segue até quinta-feira (7), no Centro de Artes e Comunicação (CAC/ UFPE), com vários debates.

Ler Mais: Folha de Pernambuco
Ler Mais

Geladeira literária chega aos terminais de ônibus

Jornal da Região - Ivan Machado - 04/12/2017 |

A volta para casa de quem passou pelo Terminal Vila Arens no início da noite desta segunda-feira (04) teve um toque especial: música e literatura reunidos em um só lugar, durante o lançamento do programa “Geladeiras Literárias” e das intervenções artísticas do projeto Conexão Cultural. As atividades fazem parte das comemorações dos 362 anos de Jundiaí, que tem uma extensa programação até o dia 17.

O atendente Douglas Lucas, de 23 anos, foi um dos primeiros a retirar um livro da geladeira. “A ideia é maravilhosa. Não tenho o costume de ler, mas quando vi os livros reunidos fiquei com vontade. Estou levando um para casa e espero tomar gosto pela leitura”, disse, enquanto folheava um exemplar do romance “Chance Zero”, de Celia Anastassiadis, escolhido por ele para dar início ao projeto de se tornar um leitor.

Segundo o gestor da Unidade de Cultura, Marcelo Peroni, a ideia é exatamente esta, ou seja, fomentar o gosto pela leitura na população jundiaiense. “O projeto nasce com a proposta de compartilhar bons livros entre os usuários do transporte coletivo”, explicou.

Ler Mais: Jornal da Região
Ler Mais

Prefeitura de SP faz feira de livros e cede espaço gratuito para editoras

Publishnews - 04/12/2017 |

A Galeria Olido (Av. São João, 473), no centro de São Paulo, vai receber uma feira de livros entre os dias 14 e 16 de dezembro. E não é só a entrada que será gratuita. Editores que tiverem interesse em participar do evento poderão fazê-lo sem desembolsar um tostão pelo espaço.

É que a Secretaria de Cultura do município, órgão responsável pela Olido e pela feira, abriu um chamamento público para que editores se inscrevam e possam ganhar um espaço para expor seus livros na feira. Cada editora selecionada pela comissão organizadora da feira receberá de uma a três bancadas de 0,80 x 2,20 m.

As editoras selecionadas deverão oferecer os últimos lançamentos, os mais vendidos e recomendados do catálogo, com desconto mínimo de 50% sobre o preço de capa praticado no mercado.

Ler Mais: Publishnews
Ler Mais